Crianças venezuelanas serão beneficiadas com projeto para reforço alimentar

   A Sesau (Secretaria de Estado da Saúde) irá reforçar a alimentação de crianças que vivem em abrigos por meio do NutriSUS. O projeto, inicialmente destinado a escolas e creches da rede pública, será ampliado para beneficiar imigrantes de 6 meses a 5 anos de idade em Boa Vista. O NutriSUS busca a fortificação infantil por meio vitaminas e minerais em pó. Os pais receberão sachês para serem adicionados em uma das refeições diárias das crianças.

   “Essas pessoas estão em situação de vulnerabilidade e mais propensas a desenvolver a anemia.  A função dos sachês do NutriSUS é justamente prevenir e combater a doença”, explicou Helaine Maia, gerente do Núcleo de Alimentação e Nutrição da Sesau. Para isso, nesta terça-feira (29) foram realizadas ações de sensibilização e orientação das mães sobre a iniciativa, nos abrigos do São Vicente e Jardim Floresta. Na ocasião, as mães foram orientadas sobre o que é o programa, de que maneira utilizar os sachês e quais os benefícios.

Segundo a gerente, as mães aceitaram bem a iniciativa. O próximo passo será realizar uma avaliação nutricional nas crianças e em seguida, será feita a distribuição dos sachês. A estratégia foi lançada em 2014, pelo Ministério da Saúde, para ajudar no desenvolvimento infantil, na prevenção e no controle das deficiências nutricionais como a anemia.  A ação vem sendo executada em diversos municípios roraimenses como Amajari, Caracaraí, Caroebe, Iracema e Rorainópolis.

Implantada inicialmente nas creches participantes do Programa Saúde na Escola, a iniciativa tem o objetivo de potencializar o pleno desenvolvimento infantil, a prevenção e o controle da anemia e outras carências nutricionais específicas na infância, que afetam o desenvolvimento e o rendimento escolar.

ASCOM/SESAU

Responda

Your email address will not be published.