Sesapi assina termo de adesão e compromisso “Estratégia Zero Morte Materna”

[Teresina] – A Secretaria de Estado da Saúde(Sesapi), através da Coordenação de Atenção à Saúde da Mulher, realizou nesta quarta e quinta-feira(20 e 21 de Novembro) a Oficina 1 da Estratégia  Zero Morte Materna por Hemorragia Puerperal  com participação de técnicos do Ministério da Saúde, OPAS(Organização Panamericana de Saúde), médicos e enfermeiros das Maternidades do Estado do Piauí. A oficina está sendo realizada no TCE-Tribunal de Contas do Estado.

O objetivo da Oficina é discutir a rede de atenção materna e infantil, com foco na redução dos óbitos maternos com subsídio  à elaboração do Plano de Intervenção Estadual para Redução da Mortalidade Materna por Hemorragia Puerperal para contribuir com o alcance da redução da mortalidade materna. O plano foi desenvolvido com o compromisso do pais nos Objetivos  de Desenvolvimento  Sustentável- Agenda 2030 e do Plano Estadual de Ação para Redução da Mortalidade Materna e na Infância/Projeto Esperança.

A hemorragia pós parto(HPP) é definida como uma perda maior que 500 ml de sangue(parto normal) e 1000 ml de sangue (parto césareo) no período de 24 horas após o parto ou ainda qualquer perda de sangue capaz de causar instabilidade hemodinâmica. Segundo a Organização Mundial de Saúde(OMS), a hemorragia pós parto é a segunda causa de morte materna no Brasil.

Segundo a Coordenadora Nacional Substituta de Atenção à Saúde da Mulher do Ministério da Saúde, Paloma Abelin, a oficina está discutindo a metodologia para definir os eixos de trabalho no combate à hemorragia. O trabalho está sendo feito ao longo de um ano e o Piauí é o primeiro Estado a receber esse treinamento. “Vamos traçar um diagnóstico ao longo desse ano de oficinas e traçar estratégias para a redução da causa de morte materna”, afirma.

No Segundo dia da Oficina 1 da Estratégia Zero Morte Materna por Hemorragia Puerperal o Secretário de Estado da Saúde Florentino Neto  participou do início das atividades. Na ocasião, o secretário assinou o Termo de Adesão e Compromisso Estratégia Zero Morte Materna por Hemorragia do Estado do Piauí que mostra o comprometimento e o engajamento do estado no enfrentamento a mortalidade materna.

“A redução da mortalidade materna e infantil é uma das metas centrais do nosso governo, e hoje estamos aqui em conjunto com o Ministério da Saúde e com a Organização Panamericana de Saúde, Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia e outros membros do nosso sistema de saúde para que possamos discutir protocolos e procedimentos que resultem em uma melhor atenção para o tema. Reconhecemos que o Piauí já teve avanços nessa redução, mas não estamos acomodados somente com isso, queremos evoluir nossas práticas e assim melhorar ainda mais a saúde no estado”, destaca o secretário Florentino

Alzenir Moura Fé, coordenadora estadual de saúde da mulher destaca que o plano de redução da mortalidade materna por hemorragia puerperal é um dos principais pontos positivos que serão gerados a partir da oficina. “Nós temos esse propósito de qualificar os profissionais da nossa rede, buscando contribuir para a redução da mortalidade materna no Piauí. A Oficina faz isso, além de nos permitir analisar nossa realidade e traçar novas estratégias que correspondam as nossas necessidades”, fala a coordenadora.

Mônica Neri, do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia, participou da Oficina e comenta que é muito bom ver a Secretária e o estado engajados na busca pela redução da mortalidade materna. “Na quarta-feira tivemos uma reunião muito proveitosa juntamente com as equipes da Organização Panamericana de Saúde, do Ministério da Saúde e toda a equipe técnica da saúde do estado onde nós fizemos discussões aprofundadas sobre a temática e percebemos que será um grande desafio, mas pelo empenho demonstrado por todos teremos bons resultados. Fazemos agora essa convocação para os profissionais de saúde como também de toda a sociedade para trabalharmos em conjunto e assim atingirmos nossos objetivos”.

Responda

Your email address will not be published.