Projeto Permanecer, da maternidade Evangelina Rosa, recebe prêmio de Boas Práticas em Gestão

O projeto Permanecer que trabalha o acolhimento de mães que estão com seus bebês em tratamento da sífilis congênita na Maternidade Dona Evangelina Rosa foi premiado com a segunda colocação do Prêmio de Boas Práticas em Gestão. Com a premiação, o projeto recebeu um computador de mesa e o reconhecimento do exito das atividades desempenhadas.

Durante o projeto a mãe permanece internada durante 10 dias enquanto o bebê faz uso da medicação, e durante a estadia o projeto busca atender as demandas da permanência prolongada, levando trabalhando com atividades lúdicas, informação e rodas de conversa, para levar mais conforto para as mães.

O secretário de estado da saúde Florentino Neto comentou a importância do projeto para a população que depende da maternidade Evangelina Rosa. ” Este é um projeto de suma importância para um acompanhamento de qualidade das mães com filhos recém-nascidos que precisam do tratamento da sífilis congênita. Com o projeto temos uma equipe multidisciplinar que busca dar a melhor estadia as mães na maternidade, humanizando o projeto. Uma premiação como essa ajuda a reconhecer as boas práticas que são desenvolvidas na maternidade Dona Evangelina Rosa”, destacou o secretário.

Dr.Macêdo, diretor da maternidade reconheceu que o prêmio traz alegria e reconhecimento a qualidade das atividades desenvolvidas na maternidade, mas ao mesmo tempo traz responsabilidades para todos que participam do projeto. “Agora é necessário manter a qualidade do serviço que apresentamos, temos o sentimento de alegriapor ganhar o prêmio, mas também sabemos que precisamos melhorar ainda mais nosso trablho, paracontinuarmos evoluindo nossos serviços”.

Ádina Alves Rodrigues é psicóloga e faz parte da equipe multidisciplinar que trabalha o projeto com as mães fala da importância de ter o reconhecimento da premiação ao projeto, que em 2 anos ja assistiu cerca de 200 pessoas. “O reconhecimento que recebemos hoje é mais uma motivação para continuarmos a evoluir o nosso trabalho. No dia a dia ja recebemos o agradecimento das mães sobre a importância da assistência que prestamos e assim nos setimos mais motivadas a melhorar e ajudar ainda mais essas mães”.

Fonte: Saúde Piauí

Responda

Your email address will not be published.