Obra da Nova Maternidade de Teresina já recebe serviços na sétima laje

[Teresina] – O governador Wellington Dias visitou, nesta sexta-feira (21), as obras da Unidade de Referência em Alta Complexidade Materno-Infantil, a Nova Maternidade de Teresina. Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual, acompanhado do secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, analisou junto ao corpo de engenharia o andamento da obra. Os serviços seguem em ritmo acelerado e terá em março a fase da concretagem dos pilares da sétima laje concluída.

“Aproximadamente, no ano de 1973, o Piauí ganhou uma estrutura daqueles hospitais utilizados nas guerras, que foi o hospital Maternidade Dona Evangelina Rosa que serviu durante muitos anos, mas com o tempo verificamos a necessidade de uma nova estrutura e é isso que estamos fazendo com na construção da Nova Maternidade que estamos visitando hoje. Nosso objetivo final é a construção de uma maternidade moderna e equipada. A obra custará, aproximadamente, 142 milhões de reais. O nosso objetivo é salvar vidas e oferecer uma área com todos os profissionais, toda a estrutura de equipamentos modernos e o que for necessário para garantir a redução da mortalidade materna/infantil”, destacou Wellington.

A nova maternidade está localizada na avenida Presidente Kennedy, zona leste de Teresina, e, depois de concluída, contará com 286 leitos, sendo 115 destinados para a terapia intensiva, com 20 unidades somente em UTI adulta, assim como 30 leitos de UTI neonatal. Além desses, 45 leitos de Cuidados Intermediários e 20 de leitos Intermediários Canguru, que é um espaço para acolhimento de mãe e bebê, permitindo que a mãe fique mais próxima ao filho.

Segundo o secretário da Saúde, as obras seguem o cronograma previsto. “É uma obra que segue o previsto no contrato. Nós temos 23% da obra concluída e agora ela segue um ritmo muito mais rápido, porque a parte de estrutura que demandava mais tempo para a execução já está praticamente concluída, já estamos na sétima laje. Nós temos como previsão de cronograma o quinto andar pronto, com condições de funcionamento, no fim desse ano, e estamos providenciando os termos de referência para a licitação dos equipamentos, porque nós queremos que tudo isso seja concluído. Serão investidos cerca de R$ 51 milhões. Além disso, nós teremos a segunda fase da obra que finalizará os outros andares”, explicou Florentino Neto.

Responda

Your email address will not be published.