Sesapi prepara a instalação de Núcleo Estadual de Prevenção ao Suicídio

[Teresina] – O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, acompanhado da deputada federal Rejane Dias, da Gerente de Saúde Mental Virgínia Pinheiro e Cristiane Moura Fé, da Diretoria de Unidade de Vigilância e Atenção à Saúde (DUVAS) visitou, na tarde desta segunda-feira (09), as instalações do Hospital Dirceu Arcoverde da Policia Militar (HPM). A unidade é uma das candidatas a abrigar as instalações do Primeiro Núcleo de Prevenção ao Suicídio da Rede Estadual de Saúde. Durante suas falas enquanto visitavam a unidade de saúde, o secretário e a deputada defenderam um maior esforço para os trabalhos voltados a prevenção do suicídio.

“A Sesapi tem feito grande esforço para garantir a execução do Plano de Prevenção ao Suicídio. Temos trabalhado com a capacitação dos nossos profissionais, tanto em Teresina, como nas outras macrorregiões do estado. Outro foco do nosso trabalho, por orientação do governador, será, juntamente com a deputada Rejane Dias, trabalhar na implantação desse nosso Núcleo de Prevenção, que é de suma importância para mudar a realidade do estado em relação ao suicídio”, explicou o secretário Florentino Neto.

A deputada Rejane Dias disse que o cuidado que o Governo do Estado vem tendo com a temática do suicídio é necessário, uma vez que este é um problema que assola todo o país. “Nós vivemos uma onda de problemas relacionados a pessoas que sofrem com depressão e precisamos mudar isso. Queremos atender as necessidades da população. A implantação desse núcleo, assim como a busca por levar profissionais da psicologia para as nossas escolas, é um dos fatores que nos ajudarão na prevenção ao suicídio.”, destacou.

A Gerente de Saúde Mental Virgínia Pinheiro explica que o núcleo contará com profissionais especializados que direcionarão o cuidado às pessoas com comportamento suicida de forma interdisciplinar e articulado com a Rede. “Será realizada a implantação de 8 leitos. A tarefa colocada ao serviço será oferecer uma atenção singularizada e holística do indivíduo, em que o cuidado será realizado de forma interdisciplinar e articulado com a Rede. A ampliação e fortalecimento da rede de cuidados da pessoa que vivencia sofrimento psíquico significa um avanço na Saúde Mental do Estado. Pretende-se, dessa forma, propiciar mudanças no cenário piauiense no que diz respeito a índices de tentativas e óbitos por suicídio”, explica..

Na manhã, desta segunda (09), também foi discutido em reunião com a equipe da Gerencia Assistencial de Saúde Mental (GASM), diretores e representantes dos Hospitais sobre a implantação de leitos de saúde mental nos hospitais de Oeiras, Bom Jesus e HPM.

Por: Elis Pegado

Responda

Your email address will not be published.