HPM será Hospital Sentinela para o Coronavírus no Piauí

[Teresina] – O Secretário de Estado da Saúde Florentino Neto se reuniu na manhã desta quarta-feira (18) com o Comandante da Polícia Militar Lindomar Castilho para tratar sobre a definição do Hospital da Polícia Militar como o hospital sentinela para receber casos do COVID-19, ocasionado pelo novo Coronavírus. Durante a reunião também estavam o Secretário de Segurança Fábio Abreu, o Superintendente de Gestão da Rede de Média e Alta Complexidade Alderico Tavares, O Infectologista e Diretor do Hospital Natan Portella Dr. José Noronha.

O Secretário Florentino Neto destacou que a medida é fundamental para que a rede estadual evitasse que possíveis casos da doença se espalhassem por unidades de toda a rede, além de trazer o incremento de leitos para a rede destinados para a situação atual e promover um reforço nas atividades do Natan Portella. “Hoje o HPM já está preparado para receber 10 leitos de UTI e também faremos outras adaptações para que mais leitos sejam instalados na unidade. Essa é uma medida que de acordo com nossas assessorias técnicas era fundamental para deixar a rede estadual ainda mais preparada para receber casos do COVID-19”, disse o secretário.

Durante a reunião ficou acertado que, enquanto o Natan Portella será o hospital de referência do estado, o HPM será o hospital sentinela, uma unidade especifica para o tratamento da doença. O Dr. Alderico Tavares informou que em um primeiro momento serão preparados 10 leitos de UTI na unidade e dependendo da necessidade, novos leitos serão preparados.

“No HPM nos possuímos a estrutura da UTI que iremos colocar para funcionar os 10 leitos iniciais, bem como os apoios de diagnóstico, laboratório e tomografia. No decorrer dos próximos dias mais leitos seriam preparados e disponibilizados. É preciso destacar ainda que primeiramente o hospital Natan Portella e o HGV entrariam com mais leitos de UTI iniciais para casos de COVID-19, o HGV contaria com 20 leitos e o Natan Portella seriam 10 leitos, devido a sua estrutura e distribuição de equipes médicas, além de andamento de obras”, explicou o superintendente.

O Secretário Fábio Abreu apontou que o momento é muito importante, pois apresenta uma integração de esforços entre a Sesapi e a Secretaria de Segurança através da Polícia Militar. “O HPM será uma referência para o tratamento do COVID-19, além disso teremos todo um protocolo de preparação do pessoal e preparação física do espaço para atender a população com qualidade. Nosso foco é ter os leitos de UTI prontos para a demanda que possa ser gerada pelo COVID-19”, apontou o Secretário de segurança.

O Comandante da Polícia Militar, Lindomar Castilho apontou a importância da medida para garantir qualidade e preparo do estado para receber possíveis casos de COVID-19. “Nós já possuímos o espaço e estrutura para 10 UTI’s e vamos nos preparar para aumentar essa quantidade, estamos agora analisando os pontos que faltam para concretizar essa ideia e asseguramos a qualidade dos serviços que serão prestados na unidade”, apontou  o Comandante.

Responda

Your email address will not be published.