Coronavírus: como entender e gerenciar a ansiedade e o estresse

Psicóloga do Saber Viver fala sobre a importância de reconhecer o medo, mas orienta evitar potencializar as emoções

[Teresina] – O novo coronavírus, que causa a doença Covid-19, vem gerando sentimentos de apreensão e insegurança. A consequência disso é o aumento do estresse. A preocupação constante com a saúde e a urgência em adotar medidas de prevenção à doença provoca uma sensação de alerta quase permanente.

Diante disso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) já apontou a necessidade de redobrar os cuidados com a saúde mental. É o que confirma a psicóloga Giovanna Costa que faz parte da equipe de profissionais do Programa Saber Viver, da Humana Saúde.

“Esse momento de crise que o mundo vivencia está gerando muito estresse na população; fato esse fácil de ser constatado nas postagens e desabafos que têm sido feitos todos os dias nas redes sociais”, aponta.

A psicóloga destaca ainda que pessoas que não sofriam de ansiedade antes do coronavírus, agora passaram a desenvolver sintomas. E aquelas que já sofriam com o problema, precisam de maior cuidado.

“Muitas pessoas já sofrem de ansiedade e outras estão começando a desenvolver alguns sintomas devido às mudanças recentes na forma de viver, nos seus hábitos. O próprio medo provocado pelo risco de contrair o coronavírus tem acentuado episódios ansiosos”, frisa.

Giovanna Costa ressalta que o consumo excessivo de noticiário na TV e celular, e também o compartilhamento de mensagens no WhatsApp, vêm contribuindo para piorar o quadro geral da saúde mental da população.

“É importante aprender a lidar com as emoções, principalmente, em um momento delicado como o que estamos vivendo. Não podemos nos abandonar ao fatalismo, à falta de esperança ou ao desânimo. Lidar com as emoções pode parecer difícil, até impossível para algumas pessoas, mas é um processo necessário e que trará mais equilíbrio para a vida de agora e mesmo depois que passar essa crise”, afirmou a psicóloga do Saber Viver.

Ela trouxe ainda algumas dicas importantes para auxiliar no enfrentamento do medo nesse momento de quarentena:
– Evite acesso ilimitado a informações, diminua o consumo de notícias sobre o coronavírus;
– Procure notícias em sites e perfis confiáveis como o Ministério da Saúde e do governo do seu estado ou município;
– Seja solidário, evite repassar informações sem comprovação científica, isso ajuda a não propagar o medo e a angustia nas pessoas;
– Procure atividades prazerosas para realizar em casa e que te fazem relaxar;
– Faça atividade física regularmente, de forma adaptada ao seu contexto;
– Mantenha uma rotina de sono;
– Alimente-se bem e hidrate-se com regularidade;
– Acolha-se! Acolha os seus medos, procure entender o que tem deixado você ansioso. Não negue a ansiedade se ela vier, é uma reação normal, procure apenas entender o problema e criar formas de lidar com ele;
– Faça atividades de relaxamento, exercícios de respiração;
– Ouça uma música que gosta, assista a um filme ou série que te faz relaxar; dance e cante, isso ajuda sua mente a tirar o foco do problema e ajuda no alívio da ansiedade;
– E lembre-se, esse momento vai passar.

Responda

Your email address will not be published.