Wellington pediu ajuda à representante do governo canadense no Brasil na negociação e compra de cem respiradores e cem monitores para uso na Rede Covid-19. O governador pontuou que, sendo possível o estabelecimento desta cooperação, o Estado se responsabiliza pela questão logística.

Jennifer May disse que está acompanhando a situação da pandemia no Brasil e se comprometeu a prestar toda a assistência para agilizar a operação proposta pelo governador. Para tanto, o consulado do Canadá em Recife estará autorizado a acompanhar as tratativas em curso.

O consulado do Brasil em Toronto, no Canadá, manteve contato nesta segunda-feira (4) com um dos maiores fabricantes de insumos hospitalares daquele país, a empresa a Thornhill Medical, com vistas à aquisição do material demandado pelo Piauí. A embaixadora Ana Lélia Beltrame, chefe do posto consular em Toronto e o cônsul adjunto Ademar Seabra estão à frente dessa negociação com a fabricante. Jennifer May também pediu para o governo piauiense contatar outra fábrica do setor para aumentar as possibilidades da aquisição que ela se propôs intermediar.