Você com certeza já viu ou ouviu alguém ranger os dentes enquanto dorme. Saiba mais sobre esse problema aqui

Front view of young woman holding her cheek in pain

[Teresina] – O bruxismo é o nome que se dá para o ato de ranger ou apertar os dentes, morder com força de forma inconsciente (Bruxismo de vigília) ou dormindo (Bruxismo do sono). Ele afeta cerca de 14 a 45% em crianças, 3 a 20% em adultos e 3 a 8% em idosos, não tendo predominância de gênero.

As causas para esse problema ainda não forem bem elucidadas pelos estudiosos , mas acredita-se que tenha origem multifatorial que inclui : estresse, quadros de ansiedade, história familiar,consumo de altas doses de cafeína ao longo do dia , tabagismo, apneia do sono, condições neurológicas (Mal de Parkinson) e/ou como efeito secundário a algumas drogas como as psiquiátricas.

Essa pressão exercida constantemente sob os dentes traz resultados ruins para a saúde , pois além de causar dores na face (orofaciais)  e pescoço , pode causar desgaste dos dentes com fraturas frequentes das restaurações
dentárias e problemas nos ossos e articulações (osteoarticulares) , principalmente na articulação temporo-mandibular(ATM).

Os sintomas mais comuns de quem sofre desse hábito ruim são: dor de cabeça , dor no pescoço e no rosto, estalos ao abrir e fechar a boca, sono irregular e desconfortável , zumbido no ouvido e sensibilidade dentária.

Geralmente o diagnóstico se dá por meio de relatos de terceiros de barulhos característicos durante o sono ,  história clínica bem coletada pelo profissional da saúde e -caso seja necessário- realização de exames complementares como a polissonagrafia.

Descobri que tenho bruxismo e agora ?

Até o momento, nenhum tratamento empregado é específico e totalmente eficaz , mas o ideal é tratar a causa base do problema (ansiedade , depressão , estresse e suspensão/substituição de medicações que promovam esse hábito , por exemplo); isso é possível por meio de psicoterapia , prática regular de atividade física , prática de meditação e acompanhamento regular com profissional médico e com o dentista.

Atualmente , como tratamento coadjuvante é prescrito uso de placas entre os dentes, as placas ou aparelhos interoclusais, que podem ser rígidas ou flexíveis, moldadas de acordo com a arcada dentária de cada paciente. Estas tem a função de proteger os dentes e reduzir o atrito entre eles .

Fonte: Ascom

Responda

Your email address will not be published.