Piauí já distribuiu 591.130 doses de vacina contra Covid-19

[Teresina] – Segundo dados registrados pelos municípios piauienses no Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde, nesta segunda-feira (05) o Piauí já distribuiu 591.130 doses de vacina contra a Covid-19 para seus municípios. Os números refletem o trabalho do governo do estado através da Secretária de Estado da Saúde para garantir a chegada das doses enviadas pelo Ministério da Saúde no menor tempo possível para os municípios, permitindo assim que a vacinação aconteça rapidamente.

Devido a esse trabalho, grupos como os quilombolas, idosos com 90 anos ou mais, pessoas idosas (60 anos ou mais) residentes em instituições de longa permanência, pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência institucionalizadas, indígenas, faixa etárias de 85 a 89 anos, 80 a 84 anos, 75 a 79 anos, 70 a 74 anos já receberam 100% do público alvo no que se refere a distribuição da primeira dose do imunizante.

Herlon Guimarães, superintendente de atenção primária a saúde e municípios, destaca que a vacinação é essencial para reverter a situação de todo o país na questão do avanço da pandemia. “Estamos iniciando a semana com os municípios sendo abastecidos de vacina, que chegaram neste último final de semana, para dar continuidade ao processo de vacinação e cada vez mais imunizar nossa população. Precisamos que entendam que ainda é necessário manter todos os cuidados e medidas de higiene, a vacina esta chegando, mas ainda em quantidades pequenas, precisamos trabalhar juntos para ter sucesso no enfrentamento a pandemia”, apontou o superintendente.

Ele destaca também a necessidade do registro de dados por parte dos municípios de forma continua, para que os dados sigam fielmente a realidade daquilo que vem sendo feito no estado na imunização conta a Covid-19.

A nova etapa de vacinação, com as doses que chegaram neste final de semana, atende uma porcentagem pequena do público de 65 a 69 anos, dando continuidade as primeiras doses deste grupo, forças armadas, de salvamento e segurança. “Nós recebemos orientações do Ministério da Saúde sobre como deve acontecer a vacinação e os comandos de policias devem seguir rigorosamente essas orientações”, explica Herlon Guimarães.

Comments are closed.