Pré-treino: o que é e como fazer corretamente

Quando se tem uma rotina de atividade física, o consumo de suplementos pré-treino passa a ser uma preocupação. Dúvidas sobre a eficácia do suplemento, seus benefícios para o corpo e a maneira ideal de consumi-lo são comuns.

Como o próprio nome sugere, pré-treino são alimentos ou suplementos para consumir antes da atividade física. E se engana quem pensa que apenas atletas ou aqueles que buscam um corpo musculoso devem fazer uso.

O objetivo desse tipo de suplemento é dar mais disposição, energia e resistência durante os treinos. Diversos tipos de pessoas que fazem exercício podem se beneficiar de seu consumo.

“Os pré-treinos são recomendados em situações que demandam um impulso de energia, foco e resistência durante o exercício. São úteis em treinos de alta intensidade, como levantamento de peso, ou atividades aeróbicas prolongadas, como corrida. Também podem ser benéficos para quem treina pela manhã, proporcionando um estímulo extra. Se alguém enfrenta dias de baixa energia, os pré-treinos podem ajudar a superar a fadiga e melhorar o desempenho”, explica o nutrólogo Gustavo Feil.

Atualmente no mercado existem várias opções de suplemento pré-treino. Eles podem vir em forma de pó para misturar com leite ou água, cápsulas ou líquido.

O uso deles é recomendado para adultos saudáveis, sem comorbidades e fisicamente ativos.

A maioria dos pré-treinos contém cafeína, por isso pessoas sensíveis a essa substância devem avaliar sua tolerância antes de começar a usar esses suplementos.

“É fundamental uma avaliação prévia para aqueles com problemas cardíacos, sensibilidade a estimulantes como a cafeína, mulheres grávidas ou em período de amamentação. A individualidade biológica é o pilar para a prescrição de qualquer suplemento e isso deve ser feito com orientação profissional”, explica Thiago Viana, médico do esporte e nutrólogo.

Além disso, a forma de utilização dos pré-treinos também requer atenção. Segundo os especialistas, ele deve ser consumido em dias de treinos mais intensos e sempre alguns minutos antes da atividade.

“O uso não precisa ser feito todos os dias, mas sim apenas nos dias que sentir necessidade de um auxílio para uma energia extra. É recomendado tomar de 30 a 40 min antes do treino”, acrescenta o nutricionista Thiago Monteiro.

A dosagem varia entre diferentes produtos e é importante seguir o uso conforme orientação médica ou nutricional, já que o excesso pode acarretar efeitos indesejados como náusea, vômito, taquicardia, tontura e mal-estar.

Quais tipo de compostos são mais comuns em suplementos pré-treino?

  • Cafeína: Estimula o sistema nervoso central, proporcionando aumento de energia e alerta.
  • Aminoácidos de Cadeia Ramificada (BCAAs): Essenciais para a síntese proteica e podem ajudar na redução da fadiga muscular.
  • Creatina: Ajuda a fornecer energia rápida para atividades de alta intensidade, melhorando a força e o desempenho.
  • Beta-alanina: Contribui para a produção de carnosina, que ajuda a diminuir a fadiga muscular.
  • Arginina: Pode aumentar o fluxo sanguíneo melhorando a entrega de nutrientes e oxigênio aos músculos.
  • Vitaminas e minerais: Auxiliam em várias funções metabólicas e na prevenção da deficiência nutricional.

Comments are closed.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy