Centro de Diagnóstico por Imagem do Espírito Santo zera fila de ressonância magnética

[Vitória] – O Centro de Acolhimento de Diagnóstico por Imagem (Cadi), unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Espírito Santo, atendeu, nos últimos quatro meses, toda a demanda para a realização de ressonância magnética. De acordo com levantamento quadrimestral realizado pela instituição, foram realizados 688 exames, sendo, 394 de coluna lombar, 55 de coluna cervical, 13 de coluna torácica e seis de coluna dorsal, 70 de crânio, três de hipófise/sela túrcica, 29 de ombro, 114 de joelho e quatro de tornozelo.

De acordo com o coordenador do Cadi, Eduardo Marques de Oliveira Sobrinho, as demandas judiciais solicitadas ao Centro de Acolhimento e as demandas reprimidas também estão em dia e destaca o empenho de toda a equipe para o sucesso desse resultado.

“As solicitações de atendimento que chegam ao Cadi através da regulação, entre agendamentos e realização de exames, estão todas concluídas. Havia uma demanda reprimida desde 2017 quando a máquina apresentou problema e, nesse período já conseguimos colocar em dia todas elas também, toda a demanda que está conosco. Inclusive gostaria de solicitar que as pessoas que estiverem em processo de marcação que procure a unidade para que a gente vá buscar o agendamento”, comentou Eduardo.

Além disso, o Cadi está recebendo pacientes do Hospital de Urgência (Huse) de Sergipe e, até este momento, entre agendamento e realização de exames, totalizaram 63 exames.  “Estamos conseguindo dar suporte e atender toda a demanda passada para nós”, disse o coordenador.

No Cadi são feitas ressonâncias de coluna lombar, cervical, torácica, dorsal, crânio, hipófise, joelho, ombro e tornozelo, com e sem contraste. O Centro de Acolhimento de Diagnóstico por Imagem realiza, ainda, o exame para atender perícia do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

Responda

Your email address will not be published.