Estar ansioso e ansiedade crônica: você sabe distinguir as duas coisas?

1 – Existe uma causa para o seu estresse?

Geralmente, a ansiedade normal ocorre como resposta a um fator de estresse definido, como uma prova, uma entrevista de emprego, uma briga com uma amigo ou um familiar, ou mesmo a expectativa de começar em um novo trabalho. Quando trata-se de um quadro de transtorno de ansiedade generalizada, você sente a ansiedade o tempo todo ou durante a maior parte do seu dia, sem necessariamente um aparente motivo ou justificativa para isso. Pequenas responsabilidades e tarefas cotidianas, como pagar uma conta, podem trazer demasiada ansiedade e cada vez mais fica difícil terminar um dia sem ter sentido os efeitos desagradáveis da ansiedade. É hora de ligar o alerta.

2 – Intensidade e duração

Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) também produz intensas e excessivas respostas emocionais. Mesmo que haja um fator de estresse, a reação à ele é desproporcional. Quanto a durabilidade, a ansiedade normal é passageira e desaparece quando o fator de estresse tem fim. Por exemplo, uma pessoa pode estar ansiosa antes de uma entrevista de trabalho. É normal. No entanto, uma pessoa que sofre com TAG, não só tende a sofrer com a ansiedade crônica semanas e até meses antes da entrevista, como corre o risco de manifestar sintomas físicos intensos na véspera e até mesmo durante a entrevista, comprometendo seu resultado. E aí vira um ciclo de mais ansiedade.

3 – Fique de olho nos sintomas físicos

Entre os sintomas físicos que acompanham a ansiedade crônica estão: tontura, sensação de cabeça leve, sudorese, tremores, batimentos acelerados, dor de cabeça, náusea, falta de ar, dores musculares, aperto no peito. Pessoas com TAG também descrevem como se sentissem desconectadas da realidade, com dificuldade de raciocínio e concentração, irritabilidade, distúrbios do sono, fadiga constante e sensação de predomínio de pensamentos negativos. Caso sinta dificuldade em respirar e sintomas de como se estivesse tendo um ataque cardíaco durante crises de ansiedade, você pode estar fazendo um quadro de ataque de pânico. Procure ajuda médica.

4 – No modo apreensão o tempo todo?

O Transtorno de Ansiedade Generalizada afeta pessoas de todas as idades e pode durar de meses a anos, gerando muito sofrimento e baixa qualidade de vida. Quem enfrenta o problema sabe o quanto isso impacta na sua vida como um todo, seja prejudicando relações familiares, desempenho escolar, no trabalho e no seu dia a dia. Tente mapear se está em modo de expectativa e apreensão o tempo todo, pois evitar sozinho a manifestação dos sintomas debilita e faz com que o quadro se agrave. Pouco a pouco, os indivíduos com TAG passam a não conseguir realizar tarefas da vida comum na tentativa de eliminar ansiedade, o que causa mais ansiedade.

Caso você apresente os sintomas acima ou tenha alguém próximo que esteja passando por isso, procure apoio médico. O tratamento inclui uso de medicamentos antidepressivos e ansiolíticos e terapia comportamental. O problema é tratável e você não está sozinho. Segundo um estudo feito em 2017, 264 milhões de indivíduos pelo mundo sofrem com TAG, sendo que 18 milhões deles são brasileiros.

Fonte: Metlife

Comments are closed.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy